Resenha do livro: A vida não é útil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.10181711

Palavras-chave:

Ailton Krenak, A vida não é útil, sustentabilidade, resenha

Resumo

Lançado em 2020, A vida não é útil encontra terreno fértil para o debate, especialmente se consideramos o momento sociopolítico em que se encontra o mundo. A obra nos obriga, o tempo todo, a nos repensarmos e às nossas ações, uma vez que não há ação isolada sobre a terra. Desnecessário destacar que os riscos do colapso planetário evidenciados por Krenak não podem ser uma preocupação apenas dos ambientalistas. Cada área do conhecimento deve tomar para si a tarefa de promover a reflexão, o debate, e a proposição de ações assertivas, assumindo sua responsabilidade para com o futuro do planeta. 

Referências

Krenak, A. (2019). Ideias para adiar o fim do mundo. São Paulo: Companhia das Letras.

Krenak, A. (2020). A vida não é útil. São Paulo: Companhia das Letras.

MapBiomas (2023). Relatório Anual de Desmatamento 2022. São Paulo: MapBiomas. Recuperado de: http://alerta.mapbiomas.org

Thunberg, G. (2019). Discurso apresentado na Assembleia Geral das Nações Unidas, Nova York, NY, 23 de setembro de 2019. Recuperado de: https://news.un.org/pt/story/2019/09/1688042

Downloads

Publicado

23-11-2023

Como Citar

Ferreira, M. de L. S. . (2023). Resenha do livro: A vida não é útil. evista e urismo: Patrimônios, Territórios escoloniais rabalho, 1(1). https://doi.org/10.5281/zenodo.10181711

Edição

Seção

Resenhas